Eventos de médicos: CFM faz acordo

Por Frederico Vasconcelos

No mesmo dia em que o Conselho Nacional de Justiça decide fazer consulta pública sobre participação de magistrados em eventos patrocinados por empresas, nesta terça-feira (14/2), é anunciado que o Conselho Federal de Medicina recua e faz acordo com a indústria farmacêutica, permitindo que médicos viagem a convite de laboratórios.

Segundo informa a repórter Cláudia Collucci, da Folha, “só serão reembolsadas despesas de transporte, refeição, hospedagem e taxa de inscrição nos congressos; atividades de lazer e despesas de familiares não serão mais cobertas pela indústria”.

Pelo acordo, brindes e presentes oferecidos a médicos não poderão custar mais do que um terço do salário mínimo e devem estar relacionados à prática médica (como revistas científicas).

Segundo a repórter, o texto do acordo diz que a indústria deve ter critérios “objetivos” para identificar os médicos a serem convidados, mas não especifica quais são eles”.

Do presidente do Conselho Federal de Medicina, Roberto D’Ávila, sobre essa questão específica: “Tem médico que recebe caneta Bic e outros que recebem MontBlanc”.