Frederico Vasconcelos

Interesse Público

 -

Repórter especial, trabalha na Folha desde 1985. No blog, reúne textos investigativos, aborda gastos públicos, política nacional e judiciário.

PERFIL COMPLETO

Publicidade
Publicidade

MPF denuncia Curió, acusado de sequestro

Por Frederico Vasconcelos

Coronel da reserva do Exército coordenou repressão à guerrilha do Araguaia

O Ministério Público Federal vai encaminhar nesta quarta-feira (14/3) denúncia à Justiça Federal em Marabá (PA) contra o coronel da reserva do Exército Sebastião Curió Rodrigues de Moura, acusado de sequestro qualificado contra cinco militantes capturados durante a repressão à guerrilha do Araguaia, na década de 70.

Conhecido então como Dr. Luchini, o militar é acusado de comandar a denominada Operação Marajoara, quando Maria Célia Corrêa (Rosinha), Hélio Luiz Navarro Magalhães (Edinho), Daniel Ribeiro Callado (Doca), Antônio de Pádua Costa (Piauí) e Telma Regina Cordeira Corrêa (Lia) foram levados às bases militares coordenadas Curió e submetidos a sofrimento físico e moral. Os cinco militantes nunca mais foram encontrados.

Se condenado, Curió pode pegar de 2 a 40 anos de prisão.

“As violentas condutas de sequestrar, agredir e executar opositores do regime governamental militar, apesar de praticadas sob o pretexto de consubstanciarem medidas para restabelecer a paz nacional, consistiram em atos nitidamente criminosos, atentatórios aos direitos humanos e à ordem jurídica. Note-se, aliás, que “o Estado brasileiro reconheceu oficialmente a existência dos ilícitos de sequestro” e desaparecimento de pessoas no episódio do Araguaia, afirma o MPF na peça acusatória.

A denúncia é assinada pelos procuradores da República Tiago Modesto Rabelo e André Casagrande Raupp, de Marabá, Ubiratan Cazetta e Felício Pontes Jr., de Belém, Ivan Cláudio Marx, de Uruguaiana, Andrey Borges de Mendonça, de Ribeirão Preto e Sérgio Gardenghi Suiama, de São Paulo.

A repórter Nádia Guerlenda, da Folha, informa que tentou ouvir o coronel Curió, mas ele desligou o telefone após a jornalista se identificar e não atendeu mais as ligações.

Blogs da Folha

Categorias

Sites relacionados

Publicidade
Publicidade
Publicidade