Frederico Vasconcelos

Interesse Público

 -

Repórter especial, trabalha na Folha desde 1985. No blog, reúne textos investigativos, aborda gastos públicos, política nacional e judiciário.

PERFIL COMPLETO

Publicidade
Publicidade

TJ-MG: posse suspende serviços no fórum

Por Frederico Vasconcelos

“Solenidade poderia acarretar transtornos na rotina forense”, alega o tribunal

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais eliminou um dos motivos de críticas que se repetiam a cada transmissão de posse de seus dirigentes, mas deu margem a novos questionamentos.

Era comum a Corte realizar cerimônias em dias distintos para a posse do presidente e dos vice-presidentes e demais membros da nova direção.

Pela primeira vez, o TJ-MG realizará nesta sexta-feira (29/6) a posse conjunta dos novos Presidente, Primeiro, Segundo e Terceiro Vice-Presidentes, Corregedor-Geral de Justiça e Vice-Corregedor.

A cerimônia será realizada às 17h30, no Salão do 1º Tribunal do Júri do Fórum Lafayete. Mas por conta do evento festivo, o TJ-MG decidiu suspender o expediente do Fórum nesta sexta-feira, prorrogando os prazos processuais para o dia 2/7.

O desembargador Herculano Rodrigues assumirá a presidência do TJ-MG, sucedendo ao presidente Cláudio Costa.

Eis os motivos alinhados pela Corte para justificar a suspensão dos serviços no fórum, conforme portaria conjunta assinada pelo presidente e pelo corregedor-geral, Antônio Marcos Alvim Soares:

a) “Tendo em vista o ineditismo e a relevância dessa posse coletiva, espera-se o comparecimento de altas autoridades federais, estaduais e municipais, em número expressivo”;

b) “Em decorrência, haverá necessidade de rigorosos procedimentos de segurança e controle de circulação pessoas nas dependências do Fórum Lafayette”;

c) “A realização da solenidade poderia acarretar transtornos e interferências indesejáveis na rotina dos serviços forenses”.

Blogs da Folha

Categorias

Sites relacionados

Publicidade
Publicidade
Publicidade