Frederico Vasconcelos

Interesse Público

 -

Repórter especial, trabalha na Folha desde 1985. No blog, reúne textos investigativos, aborda gastos públicos, política nacional e judiciário.

PERFIL COMPLETO

Publicidade
Publicidade

Andressa é suspeita de tentar corromper juiz

Por Frederico Vasconcelos

Mulher de Carlinhos Cachoeira terá que pagar fiança de R$ 100 mil; em nota, Ajufe manifesta “irrestrito apoio” a magistrado responsável pela Operação Monte Carlo

Andressa Mendonça, mulher de Carlinhos Cachoeira, foi levada à Polícia Federal em Goiânia, nesta segunda-feira (30/7), sob suspeita de fazer “oferta de vantagem indevida” ao juiz federal Alderico Rocha Santos, responsável pelo processo da Operação Monte Carlo.

Alderico Santos assumiu o caso depois que o titular da ação, Paulo Augusto Moreira Lima, pediu para ser substituído, após relatar ter sofrido ameaças.

Segundo informam os repórteres Fernando Mello e Carla Guimarães, da Folha, o juiz relatou ao Ministério Público Federal que Andressa afirmou possuir um dossiê com informações desfavoráveis ao magistrado e que seria divulgado pela imprensa caso ele não revogasse a prisão de Cachoeira.

A PF cumpriu nesta segunda-feira mandado de condução coercitiva expedido pelo juiz federal Mark Yshida, que também determinou a busca e apreensão na casa em que Andressa de encontrava, num condomínio.

Andressa terá que pagar uma fiança de R$ 100 mil e não poderá entrar em contato com Cachoeira, que está preso na penitenciária da Papuda, em Brasília (DF). Não poderá também entrar em contato com qualquer pessoa investigada na Operação Monte Carlo.

Se ela não cumprir as determinações judiciais poderá ter a prisão preventiva decretada.

A Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) divulgou nota pública em que manifesta “irrestrito apoio” ao juiz federal Alderico Rocha Santos.

Segundo a manifestação assinada pelo presidente da entidade, Nino Oliveira Toldo, o juiz Alderico Rochna Santos, “corretamente, comunicou o fato ao Ministério Público Federal, que, por sua vez, tomou as medidas cabíveis ao caso”.

“A atitude do juiz federal demonstra transparência e que a Magistratura Federal não se intimida por esse tipo de conduta”, afirma Toldo, na nota.

Para a Ajufe, “a impensada atitude da Sra. Andressa Mendonça não interferirá no andamento do processo criminal”.

Blogs da Folha

Categorias

Sites relacionados

Publicidade
Publicidade
Publicidade