Frederico Vasconcelos

Interesse Público

 -

Repórter especial, trabalha na Folha desde 1985. No blog, reúne textos investigativos, aborda gastos públicos, política nacional e judiciário.

PERFIL COMPLETO

Publicidade
Publicidade

Ajufe aprova paralisação em novembro

Por Frederico Vasconcelos

Juízes entram em “Estado de Mobilização” pela valorização da magistratura federal

Assembleia Geral Extraordinária organizada pela Associação dos Juízes Federais do Brasil – Ajufe – aprovou a paralisação dos magistrados federais em 21 e 22 de novembro. A medida tem como objetivo a valorização da Magistratura Federal e a revisão do seu subsídio.
 
Segundo informa a assesssoria de imprensa da entidade, foram aprovadas na pauta de reivindicações medidas como a recomposição integral das perdas inflacionárias do subsídio no percentual de 28,86%, a implantação do adicional por tempo de serviço e o alinhamento remuneratório entre a Magistratura Federal, o Ministério Público da União e as Magistraturas Estaduais.
 
A recomposição de 28,86% diz respeito às perdas inflacionárias do subsídio desde a sua adoção em 2005, período em que os magistrados federais só tiveram 9% de reajuste contra uma inflação de 40% (INPC do IBGE). A Assembleia Geral Extraordinária foi precedida de reuniões preparatórias nos estados, onde foram apresentadas propostas de mobilização e de reivindicações.
 
Cerca de 750 juízes federais, que representam quase 50% dos associados, aprovaram, além da paralisação de dois dias em novembro, a decretação do “Estado de Mobilização”, o “Dia de Mobilização” até 15 de outubro e a não participação da “Semana de Conciliação”, de 7 a 14 de novembro.

A Ajufe realizou a Assembleia em duas formas, a presencial, no dia 1º de outubro, e a eletrônica, até as 19h do dia 2.

Blogs da Folha

Categorias

Sites relacionados

Publicidade
Publicidade
Publicidade