Frederico Vasconcelos

Interesse Público

 -

Repórter especial, trabalha na Folha desde 1985. No blog, reúne textos investigativos, aborda gastos públicos, política nacional e judiciário.

PERFIL COMPLETO

Publicidade
Publicidade

Começar de novo: ECT contratará 800 detentos

Por Frederico Vasconcelos

Na última sessão plenária como presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), nesta terça-feira (13/11), o ministro Ayres Britto assinará termo de cooperação técnica com a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) para contratação de detentos pela empresa estatal no Programa Começar de Novo.

A ECT vai contratar 800 detentos para trabalharem em suas unidades administrativas espalhadas pelo país. O termo será assinado por Ayres Britto e pelo presidente da ECT, Wagner Pinheiro de Oliveira. Será a maior parceria firmada pelo programa, que estimula oportunidades de capacitação profissional e de trabalho para prevenir a reincidência criminal.

Segundo informa a assessoria de imprensa do CNJ, o acordo resulta de iniciativa da própria ECT, que havia manifestado interesse em participar do programa.

Serão contratados detentos que cumprem pena nos regimes semiaberto e aberto, ou seja, os que têm direito ao trabalho externo. Inicialmente, eles passarão por capacitação profissional e participarão de atividades socioeducativas e culturais na ECT. Com base na legislação penal brasileira, terão o tempo de duração da pena reduzido em um dia a cada três trabalhados.

Blogs da Folha

Categorias

Sites relacionados

Publicidade
Publicidade
Publicidade