Frederico Vasconcelos

Interesse Público

 -

Repórter especial, trabalha na Folha desde 1985. No blog, reúne textos investigativos, aborda gastos públicos, política nacional e judiciário.

PERFIL COMPLETO

Publicidade
Publicidade

Ação entre amigos, custe o que custar

Por Frederico Vasconcelos

Recém-reconduzido ao Conselho Nacional do Ministério Público, indicado para a vaga da Câmara dos Deputados, Luiz Moreira Gomes Júnior representou contra o programa CQC, da rede Bandeirantes, questionando o uso de uma criança a título de “entrevistar” o deputado federal José Genoino (PT-SP).

O artifício utilizado pelo programa para constranger o parlamentar é altamente criticável. Mas a iniciativa do conselheiro volta a sugerir quebra do princípio da impessoalidade.

Na controvertida sabatina no Senado, Luiz Moreira confirmou que usara o veículo oficial do CNMP (há 54 registros) para encontrar-se com Genoino, então assessor parlamentar do Ministério da Defesa.

O conselheiro definiu a prática –considerada “extremamente grave e imoral” pelo representante do Ministério Público Federal que investigou o caso– como retribuição de favores. Alegou que se tratava de uma “gentileza” prestada ao “amigo que me ajudava”.

Blogs da Folha

Categorias

Sites relacionados

Publicidade
Publicidade
Publicidade