Articulações para a sucessão de Calandra

Por Frederico Vasconcelos

Roberto Bacellar, juiz do Paraná, recebe apoios;  mineiros sugeriam Nelson Missias

Estão na ordem do dia as articulações em busca de apoios para confirmar o nome do candidato da situação à sucessão do desembargador Nelson Calandra na presidência da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB). As eleições serão realizadas em dezembro.

A Associação dos Magistrados do Paraná (Amapar) divulgou notícia sobre reunião realizada na Associação Paulista dos Magistrados (Apamagis), na última segunda-feira (15/4), quando “diversas lideranças da magistratura nacional declararam apoio ao nome do juiz paranaense Roberto Portugal Bacellar como candidato à presidência da AMB”.

“Entre as autoridades presentes estiveram o presidente do Tribunal de Justiça do Paraná, desembargador Clayton Coutinho de Camargo, e o atual presidente da AMB, desembargador Nelson Calandra”, informou a Amapar.

Roberto Bacellar é diretor-presidente da Escola Nacional da Magistratura (ENM) e possui especialização em Métodos Alternativos de Solução de Conflitos. Ele presidiu a Amapar durante o biênio 2002/2003. Na gestão 2008/2009, foi diretor da Escola da Magistratura do Paraná (Emap).

Na quarta-feira, Roberto Bacellar foi recebido pelo presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, Ivan Sartori. O juiz estava acompanhado, entre outros, pelo presidente da Apamagis, desembargador Roque Antonio Mesquita de Oliveira, e pelo presidente da AMB, Nelson Calandra.

A notícia sobre o encontro, divulgada no site do tribunal, não menciona se o processo sucessório na AMB foi tratado na ocasião.

No dia 14 de março, Calandra participou de encontro estadual na sede da Amagis, em Belo Horizonte.

Segundo noticiou a entidade, “as principais lideranças da magistratura mineira e juízes representantes de todas as comarcas do interior mineiro fizeram apelo para que o secretário-geral da AMB e ex-presidente da Amagis, Nelson Missias de Morais, seja candidato a presidente da AMB nas eleições deste ano”.