Direito de defesa: IDDD elege dirigentes

Por Frederico Vasconcelos

O advogado Augusto de Arruda Botelho Neto foi eleito presidente do Instituto de Defesa do Direito de Defesa (IDDD) para o triênio 2013-2016. A eleição foi realizada nesta segunda-feira (29/4), em assembleia que reconduziu o advogado Arnaldo Malheiros Filho à presidência do Conselho Deliberativo.

A advogada Marina Dias, que encerra seu mandato como presidente, participará do Conselho da entidade. Na mesma sessão, o advogado Antonio Cláudio Mariz de Oliveira ingressou no Conselho.

Augusto de Arruda Botelho Neto é formado pela Faculdade de Direito da Universidade Paulista (2002). É especialista em Direito Penal Econômico (Fundação Getúlio Vargas), em Direito Penal Econômico e Europeu (Universidade de Coimbra) e em English Legal Methods (Universidade de Cambridge).

Uma organização da sociedade civil, o IDDD tem o objetivo de fomentar a idéia de que todos têm direito a ter uma defesa de qualidade, de ter ao seu lado o princípio da presunção da inocência, de ter pleno acesso à Justiça, de ter um processo justo e de cumprir a pena de forma digna.

Eis a nova composição da Diretoria e do Conselho Deliberativo:

Diretoria 

Augusto de Arruda Botelho Neto (presidente)
Fábio Tofic Simantob (vice-presidente)
Daniella Meggiolaro Paes de Azevedo
Francisco de Paula Bernardes Junior
Guilherme Madi Rezende
Hugo Leonardo
José Carlos Abissamra Filho
Ludmila Vasconcelos Leite Groch
Renata Mariz de Oliveira Mendonça de Alvarenga
Rodrigo Nascimento Dall’Acqua
Thiago Gomes Anastácio
 
Conselho Deliberativo
 
Arnaldo Malheiros Filho (presidente)
Luiz Fernando Sá e Souza Pacheco (vice-presidente)
Antônio Cláudio Mariz de Oliveira
Dora Marzo de Albuquerque Cavalcanti Cordani
Eduardo Augusto Muylaert Antunes
Flávia Rahal Bresser Pereira
José Carlos Dias
Leônidas Ribeiro Scholz
Luís Guilherme Martins Vieira
Márcio Thomaz Bastos
Maria Thereza Aina Sadek
Marina Dias Werneck de Souza
Nilo Batista