Lentidão causa dano a culpados e inocentes

Por Frederico Vasconcelos

Do jornalista Rogério Gentile, nesta quinta-feira (13/6), na Folha, ainda sobre a entrevista concedida pelo ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal, aos jornalistas Fernando Rodrigues e Felipe Seligman:

A lentidão da Justiça é sempre perversa: culpados permanecem impunes e inocentes são obrigados a viver sob a sombra de uma punição. Como pode um processo levar mais de seis anos para ser julgado e o ministro ainda considerar natural o STF demorar outros dois anos e meio para analisar os recursos? Isso fere o bom senso. Tanto quanto um ex-advogado do PT poder julgar José Dirceu, José Genoino e companhia.