Evento discute atuação das varas de lavagem

Por Frederico Vasconcelos

Ministra Cármen Lúcia, do TSE, abordará financiamento das campanhas eleitorais.

A ministra Cármen Lúcia, presidente do Tribunal Superior Tribunal, abre nesta segunda-feira (24/6), em Brasília, encontro dos juízes de varas especializadas no crime de lavagem de dinheiro. Falará sobre a questão da lavagem e o financiamento das campanhas eleitorais.

Sua palestra é intitulada “O controle financeiro das campanhas eleitorais como instrumento eficaz de garantia da legitimidade do livre processo democrático”.

O evento terá a presença de especialistas dos EUA e França. É promovido pelo Conselho da Justiça Federal e restrito a magistrados federais e convidados.

Amanhã, está prevista reunião entre os juízes federais e o ministro Arnaldo Esteves Lima, Corregedor-Geral da Justiça Federal, para avaliar o funcionamento das varas federais especializadas, que completam dez anos de existência em 2013.

Carla Deveille-Fontinha, magistrada que atua na embaixada da França no Brasil, falará sobre “A Cooperação Judicial em matéria de sequestro e confisco de bens e a gestão desses bens na França”.

Karine Moreno-Taxman, Promotora Federal dos Estados Unidos, e Alex Blas, Adido Adjunto, representante do Departamento de Segurança Interna/Polícia de Imigração e Alfândega, falarão sobre condutas para investigação (lavagem de dinheiro/narcotráfico) e formas de administração dos bens apreendidos.

Haverá apresentação do coordenador do Laboratório de Tecnologia Contra Lavagem de Dinheiro do Ministério da Justiça,  Roberto Zaina, e do chefe da Delegacia de Repressão a Crimes Financeiros e Desvio de Recursos Públicos em São Paulo, delegado Rodrigo Luis Sanfurgo de Carvalho.

O encontro é coordenado pelo juiz federal Jorge Gustavo Serra de Macedo Costa, auxiliar da Corregedoria-Geral da Justiça Federal.