Juízes queriam extinção das medalhas

Por Frederico Vasconcelos

O Tribunal Regional do Trabalho de Goiás publicou no “Diário da Justiça Eletrônico” certidão de julgamento que alterou o Regulamento da Ordem Anhanguera do Mérito Judiciário.

O documento foi reeditado para constar que três juízes do tribunal [desembargadores] votaram pela extinção da medalha: Platon Teixeira de Azevedo Filho, Mário Sérgio Botazzo e Paulo Pimenta.

Quatro magistrados daquela Corte são contrários à manutenção da comenda, cuja concessão ficou suspensa durante quatro anos. O juiz Geraldo Rodrigues do Nascimento, que estava em gozo de férias, também é favorável à extinção daquela ordem do mérito judiciário.