Frederico Vasconcelos

Interesse Público

 -

Repórter especial, trabalha na Folha desde 1985. No blog, reúne textos investigativos, aborda gastos públicos, política nacional e judiciário.

PERFIL COMPLETO

Publicidade
Publicidade

Advogados avaliam a mídia no mensalão – 4

Por Frederico Vasconcelos

Mariz: Televisionamento dos julgamentos é nocivo à qualidade das decisões.

A seguir, trechos da entrevista com o advogado Antônio Cláudio Mariz de Oliveira, defensor da ré Ayanna Tenório Torres de Jesus [absolvida], publicada no livro “AP 470 – Análise da intervenção da mídia no julgamento do mensalão a partir de entrevistas com a defesa”.

 

A mídia televisiva (…) passou, em certos casos, a pautar as decisões do Judiciário, disso não tenha a menor dúvida, isso ocorre de forma muito flagrante e não rara. O juiz, muitas vezes em face do clamor público divulgado pela mídia, que não se sabe se é real –o fato é que muitas vezes a mídia divulga um clamor de forma fictícia– tende a decidir de acordo com que imagina que a mídia queira e que a sociedade queira. A influência da mídia na justiça penal hoje é muito grande.

A publicidade do processo é para que não se tenha tribunais de exceção, julgamentos secretos etc. Isto faz com que o processo seja público, mas ele não pode ser instrumentalizado para o público. Eu sou daqueles que entendem que o televisionamento dos julgamentos é algo nocivo à qualidade das decisões.

Transparência ao judiciário pode se dar de outras maneiras que não pela televisão.

[Sobre se houve pressões por penas altas no caso da AP 470]: Muito. Muito mesmo. Exageradamente altas, muito.

Blogs da Folha

Categorias

Sites relacionados

Publicidade
Publicidade
Publicidade