Frederico Vasconcelos

Interesse Público

 -

Repórter especial, trabalha na Folha desde 1985. No blog, reúne textos investigativos, aborda gastos públicos, política nacional e judiciário.

PERFIL COMPLETO

Publicidade
Publicidade

Advogados avaliam a mídia no mensalão – 10

Por Frederico Vasconcelos

João dos Santos Gomes Filho: Judiciário está exposto a pressões.

 

A seguir, trechos da entrevista com o advogado João dos Santos Gomes Filho, defensor do réu Paulo Roberto Galvão da Rocha [absolvido], publicada no livro “AP 470 – Análise da intervenção da mídia no julgamento do mensalão a partir de entrevistas com a defesa”.

 

A distância que o julgador deveria manter do caso é abreviada pela atividade direta das mídias, que subsumem a condição de parte, na grande maioria das vezes em favor de seus interesses econômicos.

O Judiciário está exposto, sim, às pressões morais da sociedade, notadamente quando as mídias tomam a defesa desta sociedade em suas mãos.

O resultado do julgamento (condenação de eminências do Partido dos Trabalhadores) interessa aos donos dos veículos de comunicação –aqui compreendidos enquanto meios de produção.

O princípio da publicidade tem todas as condições de ser respeitado sem que se transforme o julgamento (colegiado ou monocrático) em deplorável espetáculo midiático. Interessante notar que a essência do princípio da publicidade seria levar ao conhecimento de todos os atos da administração pública.

[Perguntado se houve algum de pressão por penas altas na AP 470]: Parece-nos que sim. A condução do Relator foi no sentido da aplicação de um direito penal de inimigo durante todos os debates travados no processo.

 

 

Blogs da Folha

Categorias

Sites relacionados

Publicidade
Publicidade
Publicidade