Em um ano, cartórios da cidade de São Paulo realizaram 701 casamentos gays

Por Frederico Vasconcelos

Levantamento da Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo (Arpen-SP) revela que foram realizados 701 casamentos gays na cidade de São Paulo no primeiro ano de vigência da norma que autoriza os cartórios a celebrarem matrimônios entre pessoas do mesmo sexto.

A entidade representa 802 cartórios de registro civil nos 645 municípios do Estado.

O mês de outubro liderou a realização destas celebrações, com 90 cerimônias. O Cartório de Registro Civil de Cerqueira César lidera o ranking, com 41 casamentos homoafetivos.

Editada em dezembro de 2012, a norma instituída pela Corregedoria Geral da Justiça do Estado de São Paulo, que autorizou todos os cartórios do Estado a realizarem casamentos homoafetivos passou a valer no dia 1 de março do ano seguinte.

Segundo a Arpen-SP, o Cartório do município de Jacareí realizou o primeiro casamento gay em junho de 2011, ainda antes da norma estadual, mediante autorização do juiz local.

Em maio de 2013, o Conselho Nacional de Justiça editou a Resolução 175, autorizando todos os cartórios do País a celebrarem casamentos homoafetivos.