Uma das angústias da futura xerife

Por Frederico Vasconcelos

Nancy Futura XerifeSob o título “Timing”, a nota seguir, envolvendo decisão da corregedora nacional de Justiça eleita, ministra Nancy Andrighi, que sucederá ao ministro Francisco Falcão no Conselho Nacional de Justiça, foi publicada nesta quinta-feira (5) no site “Migalhas“, frequentado por advogados e escritórios de advocacia:

Em processo que tratava de terras devolutas, iniciado em 1958, uma das partes peticionou pela suspensão do julgamento na Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça diante da possibilidade de acordo.

A relatora, ministra Nancy Andrighi, dando notícia da petição disse na Corte:

“É engraçado como depois que eu faço o voto as pessoas começam a fazer acordo. Depois que você se debruça sobre o processo, pedem para suspender. É a ação mais antiga que tenho em meu gabinete, e isso me angustia.”

O ilustre advogado, no entanto, explicou na tribuna que o acordo, como em geral se dá nestes casos, começou a ser construído há um ano.

O pedido de suspensão, no entanto, como se imagina, foi indeferido.