TJ-MG amplia diálogo com juízes

Por Frederico Vasconcelos

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais segue o modelo adotado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo, ao permitir a participação da Associação dos Magistrados Mineiros (Amagis) nas sessões administrativas do Órgão Especial.

No último dia 23/7, o presidente do TJ-MG, desembargador Pedro Bitencourt Marcondes, deferiu requerimento do presidente da Amagis, desembargador Herbert Carneiro, que participou da sessão do Órgão Especial, com direito a assento e voz e sem direito a voto.

A Amagis considera a medida uma conquista, fruto da boa interlocução entre a entidade e o tribunal. A associação protocolou o requerimento na sessão de 31 de março deste ano.

No dia 26 de março, o 2º vice-presidente da Associação Paulista de Magistrados (Apamagis), desembargador Oscild de Lima Júnior, participou da sessão do Órgão Especial do TJ-SP, também com direito a assento e voz e sem direito a voto.

Segundo informou o tribunal paulista na ocasião, a participação da Apamagis em sessões administrativas do Órgão Especial, que tenham questões institucionais, foi assegurada em caráter precário pelo presidente da Corte, desembargador José Renato Nalini em atendimento ao pleito da Apamagis.