A OAB e o presidente eleito do STF

Por Frederico Vasconcelos

Lewandowski na OABA avaliação do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Marcus Vinícius Furtado Coelho, sobre as expectativas em torno da gestão do ministro Ricardo Lewandowski no Supremo e no CNJ não chegou a tempo de ser incluída entre as várias opiniões colhidas pelo Blog e publicadas no post “Mundo jurídico aplaude Lewandowski” na última segunda-feira (11).

Nesta quarta-feira (13), o presidente da OAB teve a oportunidade de transmitir pessoalmente o pensamento da advocacia durante a sessão que elegeu o ministro Lewandowski e a ministra Cármen Lúcia, respectivamente, presidente e vice-presidente do STF.

A seguir, as duas manifestações.

Eis o que foi publicado no site do Supremo:

Ao se pronunciar em nome de todos os advogados brasileiros, o presidente da OAB, Marcus Vinícius Furtado Coelho, saudou a nova direção do STF e afirmou ter a certeza de que “a julgar pela competência, pela formação e pelo estilo dos novos dirigentes, teremos um diálogo de alto nível entre as instituições”. Para ele, o Estado Democrático de Direito continuará contando com a defesa da ordem constitucional, das garantias constitucionais da pessoa e da ordem democrática.

“Temos absoluta convicção de que a advocacia brasileira e a cidadania deste País terão, nas mãos de vossas excelências, a certeza e a segurança de um biênio que se assegurará como produtivo, exitoso, bem realizando a jurisdição e bem coordenando os trabalhos da Justiça brasileira, com respeito às liturgias necessárias e indispensáveis à ocupação de tão grandiosa e relevante função da República”, finalizou.

 

Eis a avaliação enviada ao Blog:

O ministro Ricardo Lewandowski possui um compromisso inabalável com as garantias constitucionais do cidadão, guardando sintonia com o ideário da OAB. Há um diálogo construtivo e de alto nível. Trabalharemos pela efetividade do judiciário e por uma pauta de atenção aos direitos do cidadão, olhos postos no cumprimento da Constituição.