Juiz cria personagem e usa o rádio para esclarecer a população no Pará

Por Frederico Vasconcelos
O juiz Cláudio Rendeiro divide sua atuação na 1ª Vara de Execuções Penais do Tribunal de Justiça do Pará com as atividades de roteirista e locutor de um programa de rádio: “Escuta, mano, meu recado!”
Segundo informa a assessoria do Conselho Nacional de Justiça, o magistrado criou um personagem –“Epaminondas Gustavo”– que transmite em linguagem regional, com a fala rápida do caboclo da Amazônia, temas do Judiciário que refletem no cotidiano da população, como serviço eleitoral, estatuto do idoso, violência doméstica e auxílio reclusão.
“Epaminondas Gustavo” era um caboclo que tinha recebido uma pena alternativa, mas não tinha qualquer noção do que era isso, se era bom ou ruim, o que significava, explica o juiz.
O programa vai ao ar diversas vezes por dia nas rádios Cultura FM, em Belém e cidades no interior do Pará, e Unama FM, na Região Metropolitana de Belém, além da rádio web do Tribunal de Justiça.
O roteiro é preparado pelo próprio juiz, com apoio da Coordenação de Comunicação do Tribunal. “Eles me dizem qual é o tema e eu esboço um roteiro. Na verdade, eu escrevo palavras-chave para me guiar na hora da gravação. Como sou conhecedor do Direito, isso ajuda muito. Mas se há temas que eu não me sinto seguro, eu converso com outros colegas especialistas no assunto”, explica Rendeiro.
Para ouvir o programa, basta acessar webradiojus.com.br.