Acesso à Justiça: uma boa notícia

Por Frederico Vasconcelos

O Conselho Nacional de Justiça abriu processo de licitação no início deste mês para fornecimento e instalação de dois elevadores elétricos novos em substituição aos instalados no edifício do órgão, em Brasília.

Em novembro, o então ouvidor do CNJ, conselheiro Gilberto Valente Martins, enviou ofício ao ministro Ricardo Lewandowski solicitando a mudança da Ouvidoria –do primeiro andar para o térreo– por causa dos constantes problemas no funcionamento dos elevadores.

Martins anexou requerimento de um cadeirante que não compareceu a uma audiência previamente agendada em razão do não funcionamento dos elevadores.