Servidores apoiam Lewandowski

Por Frederico Vasconcelos

Moção revela  compreensão com dificuldades na nova sede do CNJ.

A Agência CNJ distribuiu a seguinte notícia nesta quarta-feira (24):

Servidores do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) assinaram uma moção de apoio às iniciativas adotadas pelo ministro Ricardo Lewandowski em seus primeiros cem dias como presidente do órgão. No documento, o grupo de servidores refere-se a medidas tomadas para otimizar a aplicação dos recursos públicos e aprimorar a atuação do CNJ no planejamento estratégico do Poder Judiciário brasileiro.

“Nosso apoio reside especialmente na compreensão de que ações de natureza regulamentadora, que muitas vezes limitam ou restringem as atividades rotineiras do Conselho, têm por fim o alcance primeiro e último do interesse público e do desenvolvimento harmônico e escorreito de sua estrutura”, diz um trecho da moção.

Os servidores também expressaram compreensão em relação aos contratempos causados pela mudança da sede do CNJ, que hoje funciona na quadra 514 da Asa Norte, em Brasília. “Assim, também, reconhecemos que as dificuldades experimentadas nessa fase de transição da estrutura física do Conselho para sua sede permanente são transitórias e serão regidas com maestria, exatamente por depositarmos confiança no perfil de gestor nato demonstrado por Vossa Excelência antes mesmo de assumir as Presidências do STF (Supremo Tribunal Federal) e do CNJ, quando da administração de seu gabinete no Supremo”, acrescentam os servidores.

O documento traz elogios ao tratamento dispensado pelo ministro a servidores “da estrutura mais basilar da instituição até as mais altas autoridades”, segundo eles, tratamento sempre “ponderado e gentil”. “Por fim, colocamo-nos à disposição para somar forças na concretização dos propósitos de Vossa Excelência, que sinalizam para a melhoria da instituição e que, certamente, repercutirão na excelência da prestação do serviço público, no desempenho das competências constitucionais do CNJ”.