“Só tenho processos de 2014 a serem examinados”

Por Frederico Vasconcelos

A desembargadora Maria Tereza do Amaral, da Seção Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo, diz que recebeu grande acervo quando fez permuta com outro desembargador.

Em outubro, a média do acervo da seção era de 703 processos. A lista publicada pela Folha indica que havia 1.899 processos no gabinete da desembargadora.

Eis a íntegra de sua resposta:
Tenho a esclarecer que no meu caso, recebi um grande acervo quando fiz permuta com outro Desembargador, em sua cadeira na Câmara. Assim, recebi o acervo, ao qual não dei causa.

Tenho,  de forma incansável, buscado reduzi-lo na medida do possível, vez que a distribuição mensal é grande .

Proferi 273 votos só no mês de novembro, já alcançando o total de votos proferidos no ano, até a presente data, de 2.925, ou seja, quase 3.000 votos no ano, tendo recebido 2.763, neste ano, o que é uma produção bastante expressiva.

Outrossim, vale  informar que só tenho processos do ano de  2014 a serem examinados, o que é muito razoável em termos de rapidez em segunda instância.