Quem vai auxiliar Janot na Lava Jato

Por Frederico Vasconcelos

O Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, formou um grupo de trabalho para auxiliá-lo nos desdobramentos das investigações da força-tarefa da Operação Lava Jato.

Foram designados os Procuradores Regionais da República Douglas Fischer e Vladimir Aras, os Procuradores da República Andrey Borges de Mendonça, Bruno Freire de Carvalho Calabrich, Fábio Magrinelli Coimbra e Rodrigo Telles de Souza.

Também participam do grupo os Promotores de Justiça do Distrito Federal Sergio Bruno Cabral Fernandes e Wilton Queiroz de Lima, do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios.

A coordenação do grupo de trabalho será exercida por Douglas Fischer. Ele coordena a área criminal no gabinete de Janot desde o início da gestão do atual PGR. Lotado na 4ª Região, Fischer é tido como um melhores doutrinadores em matéria penal.

Vladimir Aras, da Bahia, cuida da cooperação jurídica internacional da PGR. Foi um dos precursores dessa atividade no MPF, ao participar da força-tarefa  do caso Banestado

O Grupo de Trabalho terá o apoio dos outros procuradores do gabinete de Janot. A equipe tem experiência na área criminal, são especialistas em direito penal ou já participaram de grandes operações contra o crime organizado.

Já atuam na Operação Lava Jato, no Paraná, os seguintes procuradores: Carlos Fernando dos Santos Lima, Deltan Dallagnol, Diogo Castor de Mattos, Roberson Henrique Pozzobon, Paulo Roberto Galvão, Orlando Martello Júnior, Januário Paludo, Antonio Carlos Welter e Athayde Ribeiro Costa.