Força-tarefa cria site sobre a Lava Jato

Por Frederico Vasconcelos

Dados sobre a investigação da corrupção na Petrobras estarão no endereço http://www.lavajato.mpf.mp.br/

 

PGR SITE LAVA JATO

O Ministério Público Federal (MPF) criou um site especial sobre a Operação Lava Jato, produzido pela força-tarefa que investiga o esquema de corrupção na Petrobras e pela Secretaria de Comunicação da Procuradoria Geral da República.

O MPF promete que estarão disponíveis, entre outras informações, “dados completos sobre a operação, incluindo histórico e fluxo das investigações, relação da Lava Jato com o caso Banestado, atuação dos doleiros e demais investigados”.

Entre outros documentos, podem ser consultadas as íntegras das denúncias apresentadas pelo MPF e as decisões judiciais já proferidas.

Segundo o coordenador da força-tarefa, procurador da República Deltan Martinazzo Dallagnol, o site reforça o compromisso do MPF com a transparência e a prestação de contas do trabalho já realizado.

“Trata-se  da maior investigação de corrupção e lavagem de dinheiro que o país já teve. Com as denúncias, o MPF começa a romper a impunidade dos poderosos grupos econômicos e políticos que, há muitos anos, articulam-se contra os interesses do país”, diz ele.

“É essencial que a sociedade acompanhe os trabalhos e compreenda de que forma o esquema atuava, para que situações como essa não se repitam”, afirma Dallagnol.

Até agora, foram instaurados 279 procedimentos, com 150 pessoas e 232 empresas sob investigação. Os procuradores da República que atuam no caso ofereceram 18 denúncias contra 86 pessoas, pelos crimes de corrupção, organização criminosa, lavagem de ativos, entre outros.

Ainda segundo os responsáveis pelo site, os crimes já denunciados envolvem o desvio de aproximadamente R$ 2,1 bilhões, sendo que R$ 450 milhões já foram recuperados pelo MPF, que também pediu o ressarcimento de cerca de R$ 1 bilhão das construtoras na Justiça.