Colarinho branco e impunidade

Por Frederico Vasconcelos

Do presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), João Ricardo Costa, em audiência com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, nesta quarta-feira:

 

“Os presídios estão cheios de pessoas invisíveis. Quando há alguém de visibilidade ou algum caso de grande repercussão, o juiz começa a ser atingido, na tentativa de ser desqualificado. Queremos o apoio do Executivo para combater a impunidade, principalmente sobre os crimes de colarinho branco.”