Janot e Cardozo firmarão acordo de repatriamento de recursos de ex-juiz

Por Frederico Vasconcelos

Procuradoras regionais da República e relatora das ações penais da Anaconda participarão do evento.

As procuradoras regionais da República Maria Luisa de Lima Carvalho e Isabel Cristina Groba Vieira e a desembargadora federal Therezinha Cazerta foram convidadas para participar, nesta quarta-feira (15), da solenidade de assinatura do acordo para repatriamento de US$ 19,4 milhões depositados na Suíça pelo ex-juiz federal João Carlos da Rocha Mattos.

O documento será firmado em Brasília pelo Procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e pelo ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, em solenidade com a presença do embaixador da Suíça no Brasil, André Regli.

Maria Luisa e Isabel atuaram em vários processos na Operação Anaconda, desde 2003. Participaram das negociações com os órgãos de cooperação internacional da Procuradoria Geral da República e do Ministério da Justiça junto a autoridades suíças, entendimentos que permitiram o acordo de repatriamento dos recursos bloqueados em bancos suíços.

Therezinha foi a relatora, no Tribunal Regional Federal da 3ª Região, em São Paulo, de todas as principais ações penais referentes às investigações do Ministério Público Federal e da Polícia Federal e diligências que desbarataram a quadrilha que atuava na Justiça Federal.

O evento será realizado às 12h, no Ministério da Justiça, em Brasília.