Tribunais estaduais e CNJ esvaziado

Por Frederico Vasconcelos

CNJ PAUTA DIFERENCIADA

Trechos de editorial do jornal “O Estado de S. Paulo” neste domingo (19), sob o título “O CNJ em risco“;

 

Membros da magistratura voltaram a tentar esvaziar o Conselho Nacional de Justiça.

(…)

Desembargadores e juízes estaduais são os mais atingidos pelas iniciativas moralizantes do Conselho, que acabou com o nepotismo da corporação, vedou a indicação de parentes de magistrados para cargos de confiança, exigiu o cumprimento do teto salarial estabelecido pela Constituição e proibiu a magistratura de pedir patrocínio para seus eventos a empresas estatais e privadas que são parte em processos judiciais.

(…)

O desejo da magistratura estadual de esvaziar o CNJ conta com o apoio declarado do presidente do órgão e do Supremo Tribunal Federal, o ministro Ricardo Lewandowski. Antigo desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo, ele reduziu significativamente o número de investigações disciplinares abertas e de juízes punidos desde que assumiu a presidência do CNJ.