Viagem a Moscou adia sessão do CNJ

Por Frederico Vasconcelos

Remarcada a sessão extraordinária para o dia 30, a mudança não afetará produtividade, diz Lewandowski.

Lewandowski miniCom a viagem a Moscou na próxima semana, o ministro Ricardo Lewandowski reagendou a sessão extraordinária do Conselho Nacional de Justiça anteriormente agendada para a  terça-feira (2). Ela foi remarcada para o dia 30.

Segundo a assessoria do STF, o remanejamento da sessão extra para outra data no mesmo mês em nada afetará a produtividade do plenário.

As sessões ordinárias do Conselho para datas vindouras de junho e agosto estão todas mantidas.

Em Moscou, Lewandowski cumprirá uma série de compromissos oficiais na Suprema Corte da Federação Russa e em outros órgãos do Judiciário.

A visita prevê ainda a assinatura de um acordo de cooperação para o intercâmbio de experiências nas áreas de tecnologia da informação e na organização da Justiça.

A viagem incluirá a participação em uma sessão planária da Suprema Corte da Federação Russa e reunião com seu presidente, Vyacheslav Lebedev, e com o diretor-geral do Departamento Judicial junto à Suprema Corte, A.V. Gussev.