Alcaguetagem e delação premiada

Por Frederico Vasconcelos

 

Do jornalista Raymundo Costa, no jornal “Valor Econômico”, nesta terça-feira (30):

***

“No melhor estilo Lula, a presidente Dilma embaralha para confundir.

Não há como comparar os alcaguetes e X-9 da época da ditadura com o réu que faz uso da delação premiada, um instrumento previsto em lei, para ajudar as autoridades no combate sobre desvio de dinheiro público em troca de atenuação da pena.

Tudo dentro dos marcos do estado de direito, ao contrário do que ocorria no regime militar, quando a presidente esteve presa e os direitos e garantias individuais estavam suspensos pela força das armas.

Os empresários que reclamam do juiz Moro têm instâncias a recorrer. O Supremo Tribunal Federal está aberto. Não está fechado nem imobilizado por leis de exceção como era o AI-5.”