MP-SP é favorável à eleição de promotores para o cargo de Procurador-Geral de Justiça

Por Frederico Vasconcelos

O Ministério Público de São Paulo concluiu nesta segunda-feira (27) a consulta sobre a elegibilidade do Promotor de Justiça ao cargo de Procurador-Geral de Justiça.

Dos 982 votos apurados, 736 foram favoráveis, 234 foram desfavoráveis (houve 2 votos em branco e 10 nulos).

“O resultado apenas confirma a expectativa que já tínhamos quando da apresentação da proposta em 2013”, disse o Procurador-Geral de Justiça, Márcio Fernando Elias Rosa.

Segundo Roberto Livianu, Promotor de Justiça e presidente do Movimento do Ministério Público Democrático (MPD), “a votação exprime com nitidez o desejo de democratizar o MP-SP, permitindo candidaturas de Promotores”.

Livianu considera o resultado relevante. O voto foi facultativo, o período de votação aconteceu entre 29 de junho e 10 de julho (maior parte no período de férias de vários membros do MP-SP), incuindo aí o feriado de 9 de julho.

“Praticamente metade do MP-SP votou na consulta e a maioria expressiva foi favorável à mudança”, diz Livianu.