‘Operante advogado de todas as cortes’

Por Frederico Vasconcelos

Trechos de artigo sob o título “Os coveiros da operação pavimentam a rota para Dilma chegar a 2018“, de autoria da jornalista Maria Cristina Fernandes, na edição do “Valor Econômico” nesta sexta-feira (25):

***

Jobim e Lobby“A decisão do desmembramento [da Lava Jato] foi precedida do pedido da Polícia Federal ao Supremo para que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva depusesse no processo. Afastado da sucessora desde o anúncio do último pacote de medidas sobre as quais não foi consultado, o ex-presidente voltaria, a partir daquele dia, duas vezes a Brasília. Do roteiro de Lula, que não foi tornado público, apenas se sabe que não se restringiu ao Palácio da Alvorada”.

(…)

“O desmembramento também foi precedido pela reaproximação do operante advogado de todas as cortes, Nelson Jobim, do governo. O ex-ministro vinha atuando como principal articulador das empreiteiras na operação Lava Jato ao ser nomeado pela presidente Dilma Rousseff como observador brasileiro nas eleições venezuelanas, em dezembro. O país é alvo das preocupações tanto do governo quanto das empreiteiras da Lava Jato que lá têm investimentos”.