Nalini volta aos títulos e às medalhas

Por Frederico Vasconcelos

Sociedade de Heráldica

Eleitos os desembargadores que comandarão o Tribunal de Justiça de São Paulo no biênio 2016/2017, o presidente da Corte, José Renato Nalini, retoma a atividade à qual vem se dedicando nos últimos meses: nesta quinta-feira (3), participará de sessões solenes de outorga dos títulos de “Cidadão Iguapense” e “Cidadão de Ilha Comprida”.

Antes, receberá as “Insígnias Superiores da Grã-Cruz da Ordem do Mérito Cívico e Cultural” da Sociedade Brasileira de Heráldica e Humanística.

A entidade se apresenta como “instituição sem fins econômicos e lucrativos”, com 52 anos de atividades, e “que monitora importantes organismos honoríficos que contemplam a meritocracia, com ingerência em praticamente todos os domínios da vida”.

O objetivo, ainda segundo o histórico da instituição, “é promover e defender a cultura da paz duradoura, a sustentabilidade e a consciência ética, em âmbito planetário”.

Nesta quinta-feira, a entidade presta homenagem aos 10 anos do Conselho Nacional de Justiça, no Palácio Anchieta, em São Paulo.