Primeiras impressões sobre a carta de Kakay

Por Frederico Vasconcelos

De um juiz federal, que não atua na Lava Jato, sobre a articulação do advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, “Kakay”, para publicação de “Carta Aberta” repudiando os alegados abusos da operação:

“A intenção é detonar a Lava Jato e pegar assinaturas para dar força ao ato.”

Opinião de um Procurador da República sobre o texto da “Carta Aberta”:

“Quem lê o manifesto de Kakay pode pensar que estamos na Coreia do Norte. Fiquei impressionado com o desespero dos idealizadores do escrito, que mostra como lhes faltam argumentos para defesa de seus clientes e como sobram falácias.”