Manifesto: quem sabe faz a hora

Por Frederico Vasconcelos

Comentário dos jornalistas Fausto Macedo e Júlia Affonso, do jornal “O Estado de S. Paulo“, sobre a carta dos advogados em repúdio a alegados abusos na Operação Lava Jato, na última quinta-feira (14):

***

O manifesto, que não cita nenhum protagonista da força-tarefa da Lava Jato, será distribuído apenas alguns dias depois que o ministro Ricardo Lewandowski, presidente do Supremo Tribunal Federal, manteve na prisão o empreiteiro Marcelo Odebrecht – capturado na Operação Erga Omnes no dia 19 de junho de 2015, por suspeita de corrupção e lavagem de dinheiro.