Um curioso caso de excesso de suspeição

Por Frederico Vasconcelos

Sete dos 15 desembargadores do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte se declararam suspeitos para atuar em processo administrativo instaurado pela Corte estadual contra o desembargador Dilermando Motta.

Por unanimidade, o plenário do Conselho Nacional de Justiça aprovou, nesta terça-feira (14), o pedido da corregedora nacional de Justiça, ministra Nancy Andrighi, para que o processo sobre os indícios de infração disciplinar praticada pelo magistrado fosse avocado, ou seja, distribuído para um dos conselheiros, para apurar os fatos, e julgado pelo órgáo de controle do Judiciário.