Apamagis repudia violência contra juíza

Por Frederico Vasconcelos

 

Agressão a juízaA Associação Paulista de Magistrados (Apamagis) divulgou nota de repúdio a violência contra uma juíza da Vara de Violência Doméstica, do Foro Regional de Butantã, em São Paulo, nesta quarta-feira (30).

Segundo a Folha informou, um homem armado com explosivos e garrafas de coquetéis molotov invadiu a sala da juíza no Fórum do Butantã, na zona oeste de São Paulo, para ameaçá-la de morte.

Na nota, a Apamagis reitera a necessidade de que “os membros da Magistratura tenham proteção contra atos que atentem contra sua integridade física, coloquem em risco suas vidas e afetem diretamente o Poder Judiciário”.

***

Eis a íntegra da manifestação:

***

NOTA DE REPÚDIO A VIOLÊNCIA CONTRA MAGISTRADA

A APAMAGIS (Associação Paulista de Magistrados) vem a público manifestar integral apoio e solidariedade à nossa colega juíza da Vara de Violência Doméstica, do Foro Regional do Butantã, alvo, nesta data, de grave e inusitado atentado, praticado provavelmente por pessoa que estava sob a sua jurisdição, que invadiu o prédio público munido de líquido inflamável fazendo a magistrada de refém.

Repudiamos qualquer ato de violência e reiteramos a necessidade de que os membros da Magistratura tenham proteção contra atos que atentem contra sua integridade física, coloquem em risco suas vidas e afetem diretamente o Poder Judiciário. Essa proteção só se efetivará quando da criação de uma política nacional de segurança eficaz aos magistrados.

Sempre é importante afirmar que um Poder Judiciário forte e independente é o pilar de sustentação do Estado Democrático de Direito e seus integrantes devem ter total proteção do Estado para o desempenho do exercício de suas funções.

A APAMAGIS confia nas autoridades na célere e eficaz apuração destes fatos ocorridos no Foro Regional do Butantã e desde já agradece as manifestações de solidariedade de outras instituições ligadas à Justiça.