Bispos e juízes pedem entendimento

Por Frederico Vasconcelos

A Conferência Nacional dos Bispos Brasileiros (CNBB) e as principais entidades da magistratura emitiram nota pública, sob o título “Na busca da Justiça e da Paz”, em que apelam para o entendimento com o objetivo de “consolidar a luta contra a corrupção” de acordo com a institucionalidade democrática.

Eis a íntegra do documento:

 

***
NA BUSCA DA JUSTIÇA E DA PAZ
A sociedade brasileira passa por um momento de grave crise institucional, provocada por uma polarização política em crescente radicalização.

Esse sentimento que atinge hoje grandes segmentos da população apresenta, infelizmente, reações carregadas de intolerância e agressividade, dividindo brasileiros e brasileiras e gerando o risco de uma preocupante escalada da violência, em prejuízo de toda a nação.

Neste momento, urge que os atores da cena política procurem o entendimento para consolidar a luta contra a corrupção, sempre de acordo com a institucionalidade democrática.

A unidade nacional não pode sofrer divisões insuperáveis. Por isso, é necessário que as entidades da sociedade civil se unam pela superação da intolerância e pela busca de soluções que priorizem o compromisso com o interesse comum do país.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, a Associação dos Magistrados Brasileiros, a Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho e a Associação dos Juízes Federais do Brasil formulam veemente e fraterno apelo à inteira sociedade brasileira e suas instituições para se engajarem, de forma decidida, na incansável luta pela Justiça e pela Paz, para a construção de um país, casa comum de brasileiros e brasileiras e daqueles que adotaram esta terra como seu lar.
Brasília, 4 de abril de 2016.

Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB)

Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB)

Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra)

Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe)