Trabalho à distância no Ministério da Justiça

Por Frederico Vasconcelos

Foi o ministro da Justiça interino, Marivaldo de Castro Pereira, quem assinou nesta quarta-feira (13) a portaria regulamentando o teletrabalho –a título de experiência-piloto– nas unidades organizacionais do Ministério da Justiça.

A possibilidade do trabalho remoto ou à distância, com o avanço da gestão e da tecnologia e a implantação do Sistema Eletrônico de Informações, faz parte do plano estratégico de 2015-2019 do ministério, no capítulo “Desenvolver e valorizar os servidores”.

A portaria entra em vigor a partir desta quinta-feira (14), com a publicação no “Diário Oficial da União”.