Delegada da Lava Jato quer dirigir a PF

Por Frederico Vasconcelos

marena meliek

A delegada de Polícia Federal Erika Mialik Marena, que integra a força-tarefa da Operação Lava Jato, foi a mais votada em lista tríplice que será apresentada ao presidente interino Michel Temer com sugestão de nomes para a direção-geral da Polícia Federal, informa o jornal “O Estado de S. Paulo“.

Marena está lotada na Superintendência Regional da PF no Paraná e é representante naquele Estado da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF), entidade que promoveu a votação inédita.

A delegada recebeu 1.065 votos. Completam a lista dois delegados da PF em Minas Gerais, Rodrigo de Melo Teixeira (924 votos) e Marcelo Eduardo Freitas (685).

Em março último, o ministro da Justiça autorizou a delegada da força-tarefa a afastar-se do país, no período de 26 de novembro a 14 de dezembro, para participar do “Curso sobre as Particularidades de Organização Internacional contra Crimes Econômicos”, em Níjni Novgord, Rússia.

Marena já trabalhou em São Paulo, em 2003, também na área de crimes financeiros. Foi chefe da Delegacia de Combate a Crimes Financeiros e Desvio de Recursos Públicos (DELEFIN) no Paraná.