Cármen Lúcia exonera servidores no CNJ

Por Frederico Vasconcelos

A ministra Cármen Lúcia, presidente do Conselho Nacional de Justiça, assinou portaria exonerando Thaísa Carla Melo, servidora sem vínculo com a administração, do cargo em comissão de coordenadora da imprensa do CNJ.

Advogada inscrita na OAB do Paraná, ela foi coordenadora de Saúde e Segurança do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor, órgão da Secretaria Nacional do Consumidor, vinculado ao Ministério da Justiça.

Ela fora nomeada para o cargo em agosto pelo ministro Ricardo Lewandowski.

Também foram exonerados Thatiany Lima Véras Damasceno e Thiago Barbieri Freitas, ambos sem vínculo com a administração, dos cargos em comissão de Secretária de Cerimonial e Eventos e Chefe da Divisão de Desenvolvimento Institucional, respectivamente, além de Ingrid Stein Vieira, Oficial de Chancelaria do Ministério das Relações Exteriores do cargo em comissão de Coordenador do Núcleo de Apoio às Comissões Permanentes e Temporárias e ao Acompanhamento de Projetos.