Apenas 29% confiam no Judiciário, diz FGV

Por Frederico Vasconcelos

Imagem do judiciário FGV

O Índice de Confiança na Justiça, produzido pela Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas, aponta que o Poder Judiciário desfruta de apenas 29% da confiança da população.

O desgaste na imagem das instituições políticas é bem maior: a confiança na Presidência da República é de 11%, no Congresso, apenas 10%.  A pesquisa foi realizada no primeiro semestre do ano.

Segundo o levantamento, o Judiciário aparece muito atrás das Forças Armadas, que lidera o ranking com 59% da confiança, da Igreja Católica (57%), imprensa escrita (37%), Ministério Público (36%), grandes empresas (34%) e emissoras de TV (33%).

Atrás do Judiciário segue a polícia, com 25% da confiança da população, os sindicatos, com 24%, redes sociais (twitter/facebook), com 23%, Presidência da República, com 11%, Congresso Nacional, com 10% e Partidos Políticos, com 7%.

Segundo Luciana de Oliveira Ramos, coordenadora do estudo, apesar de as instituições políticas sempre apresentarem índices de confiança mais baixos, o contexto político do período explica a piora no desempenho da Presidência da República, dos Partidos Políticos e do Congresso Nacional.

“A ampla exposição do funcionamento dessas instituições na mídia seguramente provocou um impacto negativo na avaliação da população”, afirma a pesquisadora.

Foram entrevistadas 1.650 pessoas residentes nas capitais e regiões metropolitanas das seguintes unidades da Federação: Distrito Federal, Amazonas, Bahia, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo durante o primeiro semestre de 2016.