Fundac, de São Paulo, vai gerir a TV Justiça

Por Frederico Vasconcelos

TV JUS

A Fundac – Fundação para o Desenvolvimento das Artes e Comunicação, de São Paulo, foi a vencedora da concorrência para prestação dos serviços de gerenciamento e produção de programas da TV Justiça e do Canal Ponto Jus.

Sua proposta superou a da Fundação Renato Azeredo, de Minas Gerais (Fundação de Apoio Desenvolvimento a Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais), que vem operando a TV Justiça graças a aditivo para prorrogação excepcional do contrato celebrado em 2011 e vencido no último dia 30 de outubro.

Trata-se do maior contrato vigente no STF. A prorrogação tem o prazo de três meses, a partir de 1ºde novembro de 2016.

Eis a classificação das concorrentes e as propostas apresentadas:

1º – Fundac – R$ 16.798.291,10

2º – Fundação de Apoio Desenvolvimento a Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais – R$ 18.098.360,00

3º – Fundação Padre Anchieta – TV Cultura – R$ 18.346.462,00

4º – Fundação José Paiva Netto – R$ 22.797.792,82

Segundo informa em seu site, a Fundac foi instituída pela Sociedade Amigos da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo – USP, em março de 1999, na Cidade Universitária, em São Paulo para, dentre outros objetivos, apoiar a Escola de Comunicação e Artes ECA/USP.

A fundação paulista tem entre seus objetivos “desenvolver e implementar plataformas de TV, rádio e web para aplicação em projetos públicos e privados e promover seu gerenciamento”.