STJ cria força-tarefa para reduzir processos

Por Frederico Vasconcelos

O Superior Tribunal de Justiça (STJ)  criou uma força-tarefa para acelerar a redução do número de processos em tramitação no tribunal (atualmente, 371.662).

O grupo, formado por assessores da presidente Laurita Vaz, começou a trabalhar nos gabinetes com maior número de processos, considerando apenas os acumulados antes de o ministro assumir o cargo.

“Desde que assumi a presidência do STJ em setembro, meu foco tem sido o fortalecimento da atividade jurisdicional”, afirmou Laurita Vaz.

Segundo informa a assessoria de imprensa do STJ, em 2016 a corte baixou 330 mil processos, número maior que o total de casos recebidos (326.907) no mesmo período, reduzindo assim o estoque registrado no fim do ano passado (373.534).

Segundo as regras definidas para atuação da força-tarefa, a assessoria especial da presidência vai auxiliar os gabinetes durante três meses, ao longo dos dois anos de mandato da presidente.

Os primeiros a receber a força-tarefa são os gabinetes dos ministros Raul Araújo e Gurgel de Faria.