Janot vai ao Fórum Econômico Mundial em Davos

Por Frederico Vasconcelos

Janot em Davos

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, participará do Fórum Econômico Mundial, a realizar-se entre os dias 17 e 20 de janeiro em Davos, na Suíça.

Também representarão o Ministério Público Federal no evento o procurador regional da República Vladimir Aras, Secretário de Cooperação Internacional do gabinete do PGR, e a assessora-chefe da secretaria, Georgia Renata Sanchez Diogo.

Janot será expositor em mesa de debates sobre a parceria público-privada para enfrentar o crime eletrônico (Cybercrime). Autoridades e representantes de instituições governamentais e órgãos dedicados ao combate ao crime discutirão com lideranças empresariais formas de implementar novas ferramentas e compartilhar informações para melhor combater os crimes digitais por meio das redes de computadores.

Numa segunda sessão, Janot participará de debate sobre investigações envolvendo transferências e aplicação de recursos no exterior. Haverá exposições sobre os resultados obtidos no combate à corrupção no Sudeste Asiático e na América Latina.

O Ministério Público Federal tem participado de fóruns internacionais (GAFI, OCDE, UNODC, OEA , BRICS), sempre de forma articulada com o Ministério das Relações Exteriores.

“Numa economia global, o crime também se globalizou. É importante manter abertos os canais de cooperação e estabelecer sinergias com organizações internacionais, ONGs e o setor privado para fortalecer a luta contra a corrupção e o crime e a favor da transparência e de programas de compliance e integridade”, diz Vladimir Aras.