Fato inédito no julgamento do TSE

Por Frederico Vasconcelos

Em mensagem enviada a amigos, o desembargador Rogério Medeiros, do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, lamenta a morte do jornalista Jorge Bastos Moreno e transcreve o comentário publicado, no último sábado (10), no jornal “O Globo“.

Irreverente, Moreno abre a coluna referindo-se ao julgamento da chapa Dilma-Temer realizado no Tribunal Superior Eleitoral, na véspera:

*

“Como previu um gaiato no meio da sessão de ontem do TSE, ‘pela primeira vez na História um tribunal vai absolver os réus por excesso de provas’. Foi o que aconteceu, uma decisão antecipada pela discussão sobre a inclusão ou não das delações da Odebrecht nos autos.”