Empresas investigadas relatam ações de compliance

Por Frederico Vasconcelos

A Câmara Americana de Comércio Brasil-Estados Unidos em São Paulo (Amcham) realiza seminário nesta segunda-feira (14) para analisar os impactos das operações anticorrupção e os avanços internacionais na área de compliance –atividades internas das empresas para detectar e evitar desvios e o não cumprimentos de leis.

O procurador da República Carlos Fernando dos Santos Lima, membro da força-tarefa da Operação Lava Jato, fará um balanço das operações e seu desdobramento nas corporações.

Santos Lima é apresentado na programação como especialista em compliance, crimes do colarinho branco e colaboração premiada. Na Lava Jato, é um dos principais negociadores de acordos de delação.

Em fevereiro, o procurador foi convidado pela Amcham para um debate sobre o impacto do projeto de lei 4850/2016 (combate à corrupção).

O Fórum de Compliance da Amcham reunirá representantes de grandes empresas que foram alvos de investigações, para relatar como reformularam políticas e ações de compliance.

O painel será formado por Ana Cristina Freire, diretora de compliance da Construtora Queiroz Galvão, João Carlos Orzzi, vice-presidente de governança, risco e compliance da Vexia, Reynaldo Goto, diretor de compliance da Siemens e Luciana Servija, diretora de compliance da Embraer.

Especialistas da Escola de Direito da Universidade de Columbia debaterão tendências internacionais para compliance e gestão de riscos: Thomas Trebat, diretor do Columbia Global Centers, e os professores Merritt Fox, do programa de Direito e Economia dos Mercados de Capitais da universidade, e Paul Lagunes, da Escola de Relações Públicas e Internacionais de Columbia.

O último painel é formado por representantes de empresas com experiência em programas de compliance: General Motors (GM), Movida, Grupo Ultra e KLA Advogados.

Os painelistas são Ricardo Cabral, diretor de compliance da GM para o Mercosul, Odair Oregoshi, diretor de gerenciamento de riscos, controles e compliance da Movida, Denis Cuenca, diretor de riscos, compliance e auditoria do Ultra, e Isabel Franco, sócia do KLA – Koury Lopes Advogados. A moderação será de Antonio Gesteira, sócio de Forensic Technology da KPMG.