Dallagnol vai ao Canadá para premiação

Por Frederico Vasconcelos

Dias antes de terminar sua gestão como procurador-geral da República, Rodrigo Janot autorizou o procurador da República Deltan Dallagnol, da força-tarefa da Lava Jato, a participar da cerimônia de entrega do Prêmio Allard para Integridade Internacional, no próximo dia 28, em Vancouver, Canadá.

A Lava Jato é um dos finalistas do prêmio.

Janot também autorizou o procurador regional da República Vladimir Barros Aras a participar –como instrutor– do curso “Medidas Efetivas para Investigar Recursos de Crimes de Corrupção”, de 13 a 17 de novembro, em Tóquio, Japão.

Ex-secretário de Cooperação Internacional da PGR, Aras vai representar o Ministério Público Federal, designado pela Escola Superior do Ministério Público da União.

Os custos das passagens áreas internacionais, traslado, hospedagem e alimentação de Dallagnol estão a cargo da Universidade British Columbia(UBC).

Os custos das passagens áreas internacionais, traslado, hospedagem e alimentação de Aras estão a cargo do Instituto das Nações Unidas para a Ásia e o Extremo Oriente para a Prevenção do Crime e o Tratamento dos Deliquentes (UNAFEI).