Mensalão: ação na Corte e batalha nas ruas

Em artigo sob o título “Dirceu à espera do armagedon”, publicado na edição de terça-feira (12/6) no “Valor Econômico“, o jornalista Raymundo Costa revela que “o ex-ministro José Dirceu trocou o hotel onde despachava no Setor Hoteleiro Sul, em Brasília, por uma casa às margens do Lago Paranoá de onde pretende travar a “batalha final do mensalão”.

Segundo o colunista, “a julgar pelo que dizem nove entre dez advogados de Brasília, Dirceu tem boas chances de ser absolvido. Faltariam provas concretas para incriminar o ex-ministro”.

Ainda na coluna: “No sábado, dirigindo-se a uma plateia de jovens socialistas, Dirceu tornou público o que há algum tempo vem dizendo em particular. ‘Todos sabem que este julgamento é uma batalha política. E essa batalha deve ser travada nas ruas porque senão a gente só vai ouvir uma voz, a voz pedindo condenação, mesmo sem provas'”.

Para o colunista, “Dirceu até já condenou por antecipação –como julga terem feito com ele os que o denunciam por ter feito o mensalão”.

“Não há dúvida de que se levar a juventude para as ruas, Dirceu provocará uma reação em igual medida”, comenta Raymundo Costa.

Em editorial sob o título “Um ato de desespero”, o jornal “O Estado de S. Paulo” comenta, nesta quarta-feira (13/6):

“Como já se lembrou, o então presidente Collor conclamou a população a protestar contra a tentativa de destituí-lo. A população, especialmente os jovens, aproveitou para pedir o seu impeachment. Como também já se lembrou, hoje em dia os jovens nem sequer saem de casa em defesa de bandeiras mais nobres, a começar pelo repúdio à impunidade dos corruptos, que dirá para assediar o STF no caso do principal réu de um caso de corrupção comparável apenas, talvez, aos dos escândalos da República de Alagoas. Mas é óbvio que a tentativa rudimentar de intimidação repercutirá no tribunal. Se Dirceu não se deu conta disso é porque, como Lula já disse, ele está mesmo ‘desesperado'”.

Comentários

  1. De Collor a Dilma o Brasil teve uma inescondível ascensão sócio-econômica, ascensão essa cujo maior “mérito” é ser uma cortina de fumaça para o aumento exponencial das falcatruas, maracutaias e corrupção em geral no País… Veja-se que mesmo anteriormente, desde os tempos de escândalos como o da mandioca, Lutfalla, Paulipetro etc, o Brasil já merecia figurar no rol dos países corruptos… Mas, não! Atingimos um patamar muito mais elevado! Somos um país em que a cultura política se firmou na troca de interesses, favores ou simples paga, em operações nem um pouco preocupadas com o interesse público, com o bem comum…
    A situação está tão feia que, recentemente, o tesoureiro do PT, peça chave no escândalo do mensalão, se acha perfeitamente à vontade para vir a público e dizer que tudo não passou de boato…
    Collor era cordeirinho perto do que veio depois de seu impeachment…

  2. Não creio que José Dirceu seja alguém a quem se possa atribuir um manto de santidade e muitos dos seus métodos de fazer política são questionáveis. Entretanto, o caso em si, tem sido objeto de constante manipulação político-ideológica. O fato é que, caso similar ocorrido em passado recente, foi sutilmente engavetado e jamais foi submetido a qualquer tipo de investigação, ocorrência, inclusive, que levou à renúncia de parlamentares no Congresso. Daí a minha impressão de que existem mais interesses envolvidos que sómente a busca da verdade.

  3. Fred é o grupo dos que combateram a Ditadura Militar no passado e assumiram o Poder para implantar a Ditadura da Corrupção que vivemos no presente. Como nunca antes na nossa Historia.

  4. O ex-ministro e ex-deputado é do tempo em que certos casos eram resolvidos via sequestro de autoridades.
    O que espera dos jovens de hoje?

  5. Fred no Brasil nós já tivemos uns Governos bem mais sórdidos do que outros. Agora dois Governos seguidos que somassem um desvio de R$ 98.085 bilhões do erário e até hoje com 100% de impunidade, nunca antes na Historia desse pais. Devemos a eles o descortinar da ineficiência e incompetência da Justiça brasileira. Agora é esperar para ver o quanto esse julgamento vai confirmar o dito. O Cachoeira já esta com um pé na rua.

Comments are closed.