Luiz Estevão vai recorrer da decisão do STJ

Reportagem de Lilian Tahan e Paulo Silva Pinto, na edição do “Correio Braziliense” desta sexta-feira (22/6), o ex-senador Luiz Estevão diz que vai tentar recorrer ao Superior Tribunal de Justiça da decisão que manteve a condenação a 36 anos de prisão imposta pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região, em 2006. Ele também conta com a possibilidade de recorrer ao Supremo Tribunal Federal, segundo o jornal.

Se a condenação transitar em julgado, o ex-senador tentará obter a revisão das penas, pois contesta a soma de 36,5 anos divulgada ontem pelo STJ. Segundo Estevão, a conta correta da condenação seria 31 anos.

Ainda segundo o mesmo jornal, Estevão afirma que vai cumprir a determinação da Justiça: “Fugir, nem pensar. Até porque, a fuga é a pior das cadeias. Primeiro, seria uma perda de liberdade. Segundo, porque mesmo preso, há recursos que podem ser manejados para que seu direito seja reconhecido”.

Comentários

  1. Fugir para quê ? Quem viver verá se o mesmo vai cumprir um dia sequer desses “trinta e seis” anos. Será que o próprio Poder Judiciário enquanto instituição não percebe que se tornou a chacota predileta para toda uma classe de “colarinhos brancos” imunes ? Ou será que alguém considera que o condenado não está gracejando sobre essa diferença de cinco anos na condenação ? Só para lembrar, se não fosse a CPI do Judiciário nos anos noventa, provavelmente tudo ficaria acobertado e hoje não teríamos que assistir à pantomina.

Comments are closed.