Acesso à imprensa e acesso de insensatez

Sob o título “A marcha da insensatez”, o jornalista José Robero Guzzo escreve artigo na revista “Veja” criticando a pregação que o advogado Márcio Thomaz Bastos, ex-ministro da Justiça no primeiro mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, faz sobre a imprensa e o julgamento do mensalão.

A seguir, trechos do artigo:

(…)

Bastos é provavelmente o advogado brasileiro com maior acesso aos meios de comunicação. Aparece em capas de revista. Publica artigos nos principais veículos do país. Aparece na televisão, fala no rádio e dá entrevistas. Trata-se, em suma, do retrato acabado do homem influente.

Ė especialmente perturbador, por tudo isso, que diga em voz alta as coisas que vem dizendo ultimamente. A mais extraordinária delas é que a imprensa ‘tomou partido’ contra os réus do mensalão, a ser julgado em breve no Supremo Tribunal Federal, publica um noticiário ‘opressivo’ sobre eles e, com isso, desrespeita o seu direito de receber justiça.

(…)

Por trás do que ele pretende vender como um esforço generoso em favor do direito de defesa, o que realmente existe é o desejo oculto de agredir a liberdade de expressão e manter intacta a impunidade que há anos transformou numa piada o sistema judiciário do Brasil.

(…)

A verdade é que a pregação de Márcio Thomaz Bastos ignora os fatos, ofende a lógica e deseduca o público. De onde ele foi tirar a ideia de que os réus do mensalão estão tendo os seus direitos negados por causa da imprensa? O julgamento vai se realizar sete anos após os fatos de que eles são acusados — achar que alguém possa estar sendo prejudicado depois de todo esse tempo para organizar sua defesa é simplesmente incompreensível. Os réus gastaram milhões de reais contratando as bancas de advocacia mais festejadas do Brasil.

Comentários

  1. Quando serão desvendadas as verdadeiras razões da publicação do artigo (jornalístico?) comentado? Na minha terra costuma-se dizer que “jabuti não sobe em árvore”; se está lá, é porque alguém colocou…

Comments are closed.